FANDOM


Brandon Stark comumente chamado de Bran, é o segundo filho de Eddard Stark e Catelyn Tully. No início do livro A Guerra dos Tronos, Bran tem sete anos de idade. Ela tem um irmão mais velho, Robb e um mais novo, Rickon. Ele também tem duas irmãs mais velhas, Sansa e Arya, e um meio-irmão bastardo, Jon Snow.
Bran-Stark.jpg

Bran é um dos principais personagens dos livros, não figurando como Personagem de ponto de vista apenas no livro O Festim dos Corvos, devido a separação geográfica dos personagens feita pelo autor. Ele está quase sempre acompanhado pelo seu lobo gigante, Verão, com quem compartilha uma peculiar relação warg. O primeiro capítulo da saga de As Crônicas de Gelo e Fogo é de Bran. Na série de televisão, é interpretado pelo ator Isaac Hempstead-Wright.

Aparência e PersonalidadeEditar

Bran herdou os traços de sua mãe, tendo o cabelo castanho espesso e olhos azuis profundos dos Tully.Bran é um menino doce e atencioso, e amado por todos em Winterfell. Ele tem um fascínio pela escalada e gosta de explorar ao longo das paredes das muralhas do castelo. Senhora Catelyn uma vez brincou que Bran "aprendeu a escalar antes de andar". No entanto, sua escalada muitas vezes a preocupa.

Assim como seus irmãos , ele possui uma propensão para a aventura e emoção. Seu meio-irmão Jon carinhosamente pensa que Bran sempre foi "teimoso e curioso", e que ele constantemente queria participar do jogo dos meninos mais velhos, acreditando ser um adulto de sete anos.[1] No entanto, ele se torna mais sério e contemplativo, devido à sua situação depois de sua queda.   Bran é um Troca-peles, assim como alguns de seus irmãos. Mais tarde é revelado também que ele é um Vidente Verde, ou seja, muitas vezes ele tem sonhos são proféticos.

HistóriaEditar

Nascido em Winterfell, no auge do verão, Bran é o quarto filho de Catelyn e Eddard, chefe da Casa Stark, e é o irmão mais novo de Robb Stark, o Rei do Norte. Ele é o atual Lorde de Winterfell . eu nome é uma homenagem ao seu tio Brandon, cuja morte foi um dos motivos que levaram à Rebelião de Robert.[2]

Bran foi educado por Meistre Luwin e treinou com armas. Desde que ele era um bebê , Bran costumava escalar os muros de Winterfell , assustando a senhora Catelyn. Uma vez, ela pediu para ele parar, e extraíu uma promessa, uma promessa que ele manteve por quase uma quinzena. Quando Bran, assolado pela culpa, confessou isso para Lorde Eddard , mandou seu filho para o bosque sagrado, onde Bran acabou sendo encontrado dormindo na árvore mais alta do bosque. Ned aceitou então a sua escalada, mas disse a ele para tentar não deixar que sua mãe o visse.[3]

Antes de sua queda , ele sonhava em se tornar um cavaleiro , e pedir cada vez mais histórias sobre eles, até seus nomes de tornarem "como música para ele". Ele estava encantado especialmente pelos ideais da Guarda Real, mas ficou decepcionado ao ser informado por seu pai que os padrões da nova Guarda Real tinham sido rebaixados.

Eventos recentesEditar

A Guerra dos TronosEditar

Bran está entre um grupo de vinte homens que testemunham Lorde Eddard aplicar a justiça do rei em um desertor da Patrulha da Noite, e é a primeira vez que permitem que Bran acompanhe tal grupo. Depois que o homem é executado, Eddard pergunta a Bran se ele sabe a razão pela qual seu pai realizou o ato; Bran não tem resposta. Ned, em seguida, explica que os primeiros homens - dos quais os Starks são descendentes - acreditam que aquele que pronuncia o veredito deve fazer a execução, e Eddard proclama:

Mantemos a crença de que o homem que dita a sentença deve manejar a espada. Se tirar a vida de um homem, deve olhá-lo nos olhos e ouvir suas últimas palavras. E se não conseguir fazê-lo, talvez o homem não mereça morrer.

No caminho de volta para o castelo , o grupo encontra uma loba gigante morta e seus filhotes. Lorde Eddard afirma que matar os filhotes rapidamente iria evitar uma morte dolorosa e lenta, mas Bran protesta apaixonadamente. Seu meio-irmão Jon aponta que existem cinco filhotes, um para cada um dos filhos legítimos de Eddard; uma vez que o lobo gigante é o símbolo da Casa Stark, eles devem ser feitos para ter os lobos. Bran imediatamente percebe , junto com todos os outros, que a comparação só funciona porque Jon não está reivindicando um filhote de cachorro para si mesmo. Bran e cada um dos outros irmãos Stark recebe um dos jovens animais como um animal de estimação.

A excitação de Bran cresce com a perspectiva de ver os cavaleiros e realeza de Porto Real , mas ele ainda está apreensivo em ir embora.[3] Durante a visita real a Winterfell , Bran luta com o Príncipe Tommen no quintal sob a supervisão do mestre -de-armas Sor Rodrik Cassel, e a luta termina na vitória de Bran.

Quando o Rei Robert Baratheon e os homens mais velhos saem para caçar, Bran decide impulsivamente ir escalar. Enquanto ele escala, ele passa por uma janela através da qual ele vê a rainha e seu irmão, Sor Jaime, fazendo amor. Ele fica chocado e depois de ser descoberto e perde o controle, quase caindo antes de ser pego pelo Regicida. Jaime , em seguida, empurra-o pela janela, com a intenção de matá-lo para manter em segredo o seu caso de amor incestuoso, mas Bran sobrevive e entra em coma.

Enquanto Bran está em coma, é feita uma tentativa contra sua vida por um mercenário sem nome. Senhora Catelyn atrasa o assassino tempo suficiente para o lobo gigante de Bran chegar e arrancar sua garganta.[4] Entretanto, durante o coma, Bran tem muitas visões, incluindo uma memória nebulosa de sua queda da torre e um corvo de três olhos que lhe diz que pode ensiná-lo a voar. Com a orientação do corvo, Bran acorda e imediatamente nomeia seu lobo gigante de Verão.[5] Bran fica fica aleijado da queda, assim se tornando incapaz de andar, mas o corvo diz que ele é o lobo alado preso em correntes. Depois que ele acorda, ele aprende muito sobre a história do norte com Meistre Luwin e a Velha Ama .

Quando Tyrion Lannister para em Winterfell no caminho de volta da Muralha, ele dá esquemas de uma sela projetada para a forma aleijada de Bran, apesar das ameaças de Robb, atuando como Senhor de Winterfell, e dos lobos gigantes. Bran, no entanto, está muito feliz com a perspectiva de poder cavalgar novamente.[6] Mais tarde, ao testar a sela de Tyrion em um passeio na Mata de lobos, Bran é emboscado por um bando de selvagens e desertores da Patrulha da Noite, mas é resgatado por Robb, Theon Greyjoy, Vento Cinzento e Verão.

Depois, ele começa a se relacionar com o único sobrevivente do grupo, Osha, devido à sua fé compartilhada nos Deuses Antigos. Quando Robb chama os vassalos do Norte para marchar á Porto Real depois da prisão de Lorde Eddard, Bran tem que passar a agir como o Senhor de Winterfell.

Mais tarde , Bran tem um sonho de seu pai nas criptas do castelo. Ele se aventura lá com Osha, não encontrando nada. Rickon revela que teve o mesmo sonho na noite passada. Quase imediatamente depois de deixar as criptas , Meistre Luwin recebe uma mensagem transmitida por um corvo informando á Winterfell sobre a execução de Ned pelo novo comando do novo rei, Joffrey Baratheon.

A Fúria dos ReisEditar

Depois que Robb torna-se Rei do Norte, Bran , como herdeiro de Robb, torna-se o Príncipe de Winterfell, e governa o castelo na ausência de seu irmão.[7] Ele faz amizade com Meera e Jojen Reed, filhos do amigo mais confiável ​​do seu pai, Howland Reed.[8]

Durante o sono, Bran freqeentemente entra na mente Verão (embora ele pense que são simplesmente sonhos) e começa a tornar-se mais bestial. Jojen reconhece a capacidade de Bran como troca-peles, e o instrui sobre como usá-la corretamente. Depois de ter visões sobre Bran, Jojen afirma que se Bran for para o norte da Muralha ele pode encontrar o corvo de três olhos.

Quando Theon Greyjoy trai os Starks e captura Winterfell, Bran e Rickon se escondem nas criptas.[9] Para esconder a verdade da fuga das duas crianças Stark, Theon pega os dois filhos do moleiro, e eles são assassinados e esfolados por Fedor. Então, Theon proclama que eles são Bran e Rickon.

Theon é traído por Ramsay Snow, o Bastardo de Roose Bolton, que não é realmente leal aos Starks. Fora de Winterfell , homens da Casa Bolton massacram quem é leal aos Starks, queimam o castelo, e levam as mulheres e crianças sobreviventes ao Forte do Pavor.

Bran e os seus companheiros saem das criptas para encontram Winterfell em ruínas. Os irmãos encontram Meistre Luwin mortalmente ferido, e ele aconselha que o grupo se divida. Rickon, Cão Felpudo e Osha partem na direção de Porto Branco. Bran, Verão, Hodor, Merra e Jojen partem para a Muralha, em busca do corvo de três olhos.

A Tormenta de EspadasEditar

Ramsay Snow sabia que Theon Greyjoy havia matado os filhos do moleiro, e não Bran e Rickon, então manda homens Bolton procurá-los. Bran, Verão, Meera, Jojen e Hodor viajam em segredo para evitá-los , evitando as estradas principais. Quando o tempo fica mais frio, Verão encontra abrigo onde eles se encontram um Liddle que compartilha sua comida com eles. Quando perguntam se devem tomar a Estrada do Rei, o homem da montanha lhes diz que ela é traiçoeira para os viajantes, já que a guerra tem feito todos os lugares perigosos. O grupo decide ir para Fortenoite em vez de Castelo Negro , devido ao sonho verde de Jojen. Meera , então, conta a Bran uma história, e ela e Jojen se surpreendem ao saber que ele nunca a tinha ouvido antes: a história do Cavaleiro da Árvore que Ri.[10]

No caminho para a Muralha, eles param em Coroadarrainha, uma torre abandonada cercada por água, eles entram em uma passagem escondida no fosso, graças a lembrança de uma história da Velha Ama. Enquanto se escondem dentro da torre, avistam os homens na aldeia.[11] Verão ataca os homens, e um deles é meio-irmão de Bran, Jon Snow. Bran, em seguida, entra na mente de seu lobo e ataca os homens que estão tentando matar seu meio-irmão , dando a oportunidade de Jon escapar dos selvagens . Verão é ferido por uma flecha, mas consegue se recuperar depois de ser tratada por Meera.

O grupo eventualmente chega em Fortenoite, e ,enquanto dormia, Bran é acordado por passos. Num primeiro momento, o grupo está apavorada por ter sido descoberto, mas Meera ataca os intrusos, e Bran reconhece um como um homem da Patrulha da Noite, Samwell Tarly, acompanhado pela selvagem Goiva. Sam leva-os através de uma porta secreta que os leva até o norte da Muralha. Lá eles encontram Mãos-Frias, uma figura enigmática com lealdade incerta. Bran, Jojen e Mãos-Frias extraem uma promessa de Samwell que ele não vai dizer a ninguém que eles estão vivos. Samwell relutantemente concorda, mantendo segredo até mesmo de seu irmão jurado da Patrulha da Noite, e próprio irmão de Bran, Jon Snow.

O Festim dos CorvosEditar

Na Muralha, Samwell é convocado por Jon, e Lorde Snow em seguida menciona a sua mensagem para Rei Tommen solicitando ajuda para a Patrulha. Jon observa amargamente que Bran uma vez superou Tommen numa luta em Winterfell. Ele também diz que agora Bran está morto, e Tommen está sentado no Trono de Ferro. Sam quer dizer a Jon que seu irmão está vivo e no norte da Muralha, mas mantém a sua promessa e não diz uma palavra.

A Dança dos DragõesEditar

Bran, Verão, Meera, Jojen, Hodor e Mãos-Frias continuam a sua jornada através da Floresta Assombrada em busca do corvo de três olhos. Durante a viagem, Bran começa a se tornar apaixonado por Meera, Jojen começa a ficar magro e fraco. A viagem é longa e fria, e eles sofrem com muita fome. O grupo é momentaneamente abandonado por Mãos-Frias, que retorna a eles depois de matar desertores da Patrulha da Noite. Para tentar saciar sua fome, Bran come carne humana na mente de Verão. Nas profundezas da floresta assombrada, eles encontram uma colina, na qual no topo se encontra a caverna do corvo de três olhos. Verão parece sentir o perigo conforme eles sobem, e quando chegam ao topo, o grupo é emboscado por criaturas do lado de fora da entrada da caverna. Bran entra a mente de Hodor para combater as criaturas, mas desmaia e acorda novamente dentro da caverna. Lá, o grupo é atendido pela criança da floresta Folha, que revela que os salvou e queimou as criaturas. No entanto, a caverna está protegia contra Caminhantes Brancos e criaturas, de modo Mãos-Frias não pode acompanhá-los e se afasta. Folha leva-os mais profundamente na caverna, debaixo de raízes e sobre um piso de ossos, até chegarem a um corpo esquelético sentado em um trono feito de raízes - o corvo de três olhos, o último Vidente Verde. Quando Bran pergunta ao corvo se ele pode consertar suas pernas, o corvo diz que isto está além de seus poderes. Desolado, os olhos de Bran começam a encher -se de lágrimas, mas o corvo responde: {{Quote|Você nunca andará novamente, Bran, mas você voará.

O corvo de três olhos, em seguida, começa a ensinar a Bran sobre a visão verde e sobre troca-peles. Bran entra em um represeiro, o que ativa seu poder. Ele então entra nas raízes do represeiro ao seu redor e vê seu pai, Eddard, na árvore coração em Winterfell, no passado. Triste, Bran tenta falar com Ned, mas tudo o que se ouve é um sussurro no vento.

O corvo de três olhos explica que ele pode olhar para o passado através das represeiros, mas só viu o que queria ver, seu pai e sua casa. O corvo diz ainda que, embora Bran possa ver seu pai, ele não pode falar com ele. Ele diz :

Predefinição:Quote

Bran continua a entrar em Hodor para explorar as partes mais profundas da caverna. Quando o corvo o envia para descansar, Bran entra novamente através da árvore-coração de Winterfell, e vê flashes do passado:

  • Seu pai, jovem, rezando de cabeça baixa: "...deixe-os crescerem juntos, como irmãos, com apenas amor entre eles, e deixe minha senhora esposa encontrar perdão em seu coração...".[12]
  • Uma menina e um menino mais novo lutando com galhos quebrados.[13]
  • Uma mulher grávida emergindo nua da lagoa negra orando por um filho que a vingasse.
  • Uma menina esguia na ponta dos pés beijando um cavaleiro tão alto quanto Hodor.[14]
  • Um jovem pálido de olhos escuros cortando três ramos do represeiro e moldando-os em flechas.
  • Outros senhores de Winterfell: altos e vigoros, homens austeros vestidos em peles e cotas de malha.
  • Um homem barbudo forçando um prisioneiro a ficar de joelhos diante da árvore. Uma mulher de cabelos brancos, com uma foice na mão, agarra o prisioneiro pelos cabelos e corta sua garganta.[15]

É sugerido que Bran tente contactar Theon, enquanto este se encontra em Winterfell, antes de ele ser forçado a ajudar as esposas de lança e Abel a resgatar "Arya Stark".[16]

Game of ThronesEditar

Primeira TemporadaEditar

Arquivo:Brann.png

Bran está sendo treinado por seu pai, irmãos e funcionários do castelo. Bran é considerado velho o suficiente para ver um pouco do lado ruim da vida, e seu pai o leva para ver um desertor da Patrulha da Noite sendo executado. Os Starks encontram uma ninhada de lobos gigante e Eddard relutantemente concorda em deixar seus filhos adotá-los porque eles são o símbolo de sua casa. Bran ainda não tinha dado ao seu lobo um nome quando o Rei Robert chega em Winterfell. Eddard concorda em ser a Mão do Rei e se prepara para acompanhar Robert de volta para Porto Real.

Durante visita de Robert, Bran vai explorar. Enquanto escala uma torre velha, ele encontra a Rainha Cersei e seu irmão gêmeo, Jaime Lannister, tendo relações sexuais. Para manter o seu silêncio, Jaime o empurra da janela da torre.[17] Bran sobrevive a queda, mas fica em estado de coma . Enquanto ele está inconsciente um assassino tenta matá-lo, mas sua vida é salva por sua mãe, que luta com o assassino até a chegada do lobo gigante de Bran, Verão que rasga a garganta do homem. Bran acorda sem nenhuma memória do que aconteceu algumas semanas atrás, no mesmo momento em que seu pai é obrigado a matar o lobo gigante de Sansa, Lady.[18]

A Velha Ama conta histórias para Bran, mas ele está cansado de contos sobre cavaleiros heróicos como Sor Duncan, o Alto. A Velha Ama conta a ele uma história sobre os Outros. Ele pergunta ao seu irmão Robb se é verdade que ele nunca vai voltar a andar e Robb diz que sim. Bran diz para Robb que ele preferia estar morto, para angústia de Robb.[19] Bran começa a ter um sonho recorrente em que um corvo com três olhos está entrando nas criptas. Ele é acordado para se encontrar com Tyrion Lannister, que parou em Winterfell a caminho de casa. Pelo seu respeito por Jon Snow, Tyrion projetou uma sela especial que permite que Bran cavalgue, apesar de seu estado.[20] Bran recebe uma lição de Meistre Luwin sobre os brasões e lemas das Grandes Casas, que está confiante de que a sela de Tyrion vai funcionar. Luwin também sugere que Bran poderia aprender a usar um arco curto, da mesma forma dos Dothraki. Bran amargamente refuta a afirmação de Luwin que sua mãe vai voltar para casa em breve.[21]

Bran testa sua nova sela em um passeio no Bosque Sagrado e está emocionado ao descobrir que ela funciona. Durante a cavalgada, ele é atacado por um grupo selvagens, liderados por Stiv. Robb e Theon Greyjoy defendem Bran, matando Stiv e os outros selvagens, menos Osha, que se rende.[22] Robert morre após ser ferido por um javali enquanto caça.[23] Eddard desafia a legitimidade do herdeiro de Robert, Joffrey, com evidências de infidelidade de Cersei e é preso. Bran diz adeus a Robb quando ele lidera os exércitos Stark para a guerra em resposta . Ele também tenta sem sucesso tranquilizar Rickon que Robb vai voltar. Ele ora no bosque sagrado pelo retorno seguro de sua família, e é acompanhado por Osha (agora uma serva em Winterfell), que lhe diz que o exército de Robb está marchando para o lado errado, e o verdadeiro ameaça fica ao norte, Pra Lá da Muralha.[24]

Bran diz a Osha sobre seu sonho, em que o corvo de três olhos fica em seu ombro, dizendo que ele viu seu pai nas criptas. Osha é cética. Bran provoca ela sobre seu medo das criptas e, eventualmente, ela concorda em levá-lo até elas. Bran recita os nomes de seus parentes falecidos conforme eles passam. Eles se aproximam do local onde Eddard estava no sonho de Bran. Lá, eles são surpreendidos por Cão Felpudo e Rickon. Rickon também sonhou com seu pai neste lugar. Osha e Bran voltar à superfície e Osha tenta acalmar preocupações de Bran sobre seu pai. Quando eles saem das criptas, seus caminhos se cruzam com o de Meistre Luwin, que revela que Eddard foi executado por traição.[25]

Segunda TemporadaEditar

Bran continua a ter sonhos estranhos enquanto ele é tutelado por Meistre Luwin para governar em Winterfell. Ele sonha que é Verão e percorre o Bosque Sagrado, e vê seu reflexo na lagoa de lá. Ele pede para Osha acompanhá-lo ao bosque sagrado, para ele poder olhar na lagoa e estar certo de que seu reflexo é o seu próprio.[26] Ele sonha novamente que ele é um lobo. Desta vez, Verão entra em seu quarto e ele se vê despertando através dos olhos do lobo. Ele fala sobre o sonho com Meistre Luwin, que lhe garante que a magia está ausente do mundo faz séculos.[27] Bran sonha novamente com o corvo de três olhos novamente e procura os conselhos de Osha. Ela questiona-o ainda mais e ele revela outro sonho sobre o mar inundando Winterfell, o povo de Winterfell se afogando, incluindo Sor Rodrik Cassel. Ela não oferece qualquer explicação. Sor Rodrik traz a notícia de que Praça de Torrhen foi tomada, e Bran ordena que Rodrik, junto de um grupo, a tome de volta.[28]

Bran é acordado por Theon Greyjoy, que lhe diz que ele tomou Winterfell. Theon diz a Bran que ele deve render o castelo para proteger seu povo. Bran com relutância passa o castelo para Theon, em um anúncio público. Rodrik é capturado ao retornar da Praça de Torrhen. Ele insulta Theon, chamando-o de traidor, e cospe nele. Theon é pressionado a executá-lo por seus homens . Theon ignora apelos de Bran e realiza uma execução que dá errado. Osha diz Bran que seu sonho se tornou realidade; as Ilhas de Ferro (representados como o mar no sonho) tomaram Winterfell. Bran escapa com a ajuda de Osha. Eles são acompanhados de seu irmão Rickon, seus lobos gigantes e Hodor.

Eles fogem para uma fazenda nas proximidades. Theon os segue com cães, mas perde seu cheiro na fazenda. Ele volta para Winterfell com dois corpos carbonizados, exibe-s publicamente e afirma que eles são Bran e Rickon.[29] Os fugitivos realmente voltaram, usando um fluxo para mascarar sua cheiro e se escondem debaixo do nariz de Theon, nas criptas de Winterfell. Bran ouve Luwin dizendo para Osha que os corpos devem ser dos filhos do fazendeiro.

Eles permanecem na clandestinidade quando Winterfell é cercada por um exército de homens do Norte. Os homens de ferro fogem e o grupo emerge das criptas, e descobre que Winterfell foi destruída e abandonada. Eles acham Luwin morrendo no bosque sagrado, e ele os manda ir para o Norte da Muralha. Bran faz uma despedida chorosa ao seu mentor e seguem o seu último conselho.

Terceira TemporadaEditar

Bran está indo para Castelo Negro, juntamente com seu irmão, Rickon, Osha, Hodor e os lobos gigantes, Verão e Cão Felpudo. Bran continua a sonhar com o corvo de três olhos, mas em um sonho, se encontra com um garoto estranho. Mais tarde, ele conhece Jojen Reed e sua irmã, Meera. Jojen possui o raro dom da Visão Verde, e é capaz de falar com Bran através de seus sonhos. Jojen diz a Bran que ele é um Warg, alguém que pode controlar a mente dos animais.

Depois de procurar abrigo em um moinho abandonado durante uma tempestade, o grupo percebe um grupo de selvagens perseguindo um Nortenho. Os sons de trovão aterrorizam Hodor, que grita em pânico. Temendo serem descobertos, Jojen diz para Bran silenciar Hodor, que continua em pânico. Bran involuntariamente usa seus poderes e entra na mente de Hodor. Com os selvagens ainda do lado de fora, Jojen convence Bran a entrar na mente de Verão e Cão Felpudo. Enquanto está no controle dos lobo, Bran viu Jon Snow combatendo os selvagens. Ele diz para Osha levar Rickon com ela até Grande Jon Umber, um vassalo fiel dos Starks. Bran se despede de Rickon, que vai embora com Osha e Cão Felpudo, enquanto Bran continua indo para o norte com Hodor, Verão e os irmãos Reed. Mais tarde, eles chegam na Muralha, e ficam hospedados num castelo abandonado. Durante a noite, um membro da Patrulha da Noite e amigo de Jon Snow, Samwell Tarly, junto de Goiva e seu filho, conhecem Bran e os Reeds no castelo. Samwell, percebendo o gigantesco Hodor e Verão, percebe quem Bran é e se oferece para levá-los para Castelo Negro, mas Jojen diz a Sam que eles estão indo Pra Lá da Muralha, e que nenhuma força no reino de Westeros poderia suportar a ameaça representada pelos Outros. Sam relutantemente dá-lhes as lâminas de obsidiana encontradas no norte da Muralha, que ele anteriormente usou ​​para matar um Outro. Naquela noite, Bran, os Reed, Hodor e Verão finalmente chegam no norte da Muralha.

Quarta TemporadaEditar

Bran, Hodor, Jojen e Meera estão ao norte da Muralha e Bran está vendo através dos olhos de Verão, agora que têm a capacidade de olhar através deles sempre que ele quer. Eles o acordam, o que irrita Bran, mas eles alertam que, se ele permanece no lobo muito tempo, ele vai ficar na pele dele permanentemente e esquecer toda sua vida. Verão encontra uma árvore coração e quando Bran entra nela, ele vê:

Ele, então, diz aos outros que ele sabe pra onde eles têm que ir.

Mais tarde, Bran e os seus companheiros estão descansando perto da Fortaleza de Craster. Eles ouvem os sons fracos dos gritos de um bebê. Bran entra na mente de Verão para investigar e acaba encontrando Fantasma, o lobo gigante de Jon Snow. No entanto, antes que ele possa libertar Fantasma, Verão é capturado por uma armadilha. Na insistência de Meera, eles vão resgatar Verão e Fantasma, mas são feitos prisioneiros por Karl. Enquanto Hodor está sendo atormentado por Rast e os outros amotinados por pura diversão, Karl ameaça matar Jojen e Meera. Porém, antes que Karl possa fazer alguma coisa, Bran revela sua identidade. Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Bran Stark. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória