FANDOM


No Title
[[300px|250px]]
Doran Martell, por Тхе Мичо ©

No Title

No information

Doran Nymeros Martell é o Príncipe de Dorne e Senhor de Lançassolar. É um cauteloso e pensativo homem, que nunca age de acordo com suas emoções. Sofre de gota e tem problemas para andar. Se esforçou para permanecer neutro durante a Guerra dos Cinco Reis, mas sempre mostrou desejo de vingar a morte de sua irmã Elia Martell. Precisa do auxílio de uma cadeira de rodas para se locomover, por isso raramente é visto em público, para não aparentar fraco perante seus inimigos.

HistóriaEditar

Doran nasceu em Predefinição:Data. Não são mencionados nos livros o nome de seu pai ou mãe. É o primeiro filho e herdeiro de sua mãe, que governava Dorne antes dele.

Seus irmãos eram:

Por causa das prematuras mortes de Mors e Olyvar, Doran foi criado sozinho - o que talvez estimulou sua tendência de não expressar seus pensamentos ou sentimentos. Foi escudeiro em Costa do Sal.

Conheceu sua esposa Mellario de Norvos enquanto viajava pelas Cidades Livres. Apaixonaram-se e casaram-se. Embora Mellario fosse suficientemente nobre para que se tornasse sua esposa, casamentos nos Sete Reinos são por razões políticas, e uma união de amor é muito incomum. O casal teve três filhos, Arianne, Quentyn e Trystane.

Apesar de terem casado por amor, o casamento não é muito feliz. Mellario de Norvos não conseguiu se acostumar aos costumes Dorneses. Logo após o nascimento de Trystane, Quentyn foi enviado para ser criado como protegido e escudeiro do Lorde Anders Yronwood. Isto foi arranjado como forma de fazer as pazes com os Yronwood, após o Lorde anterior, Ormond Yronwood ter morrido por ferimentos causados num duelo contra Oberyn. Mellario não aprovou tal decisão, e voltou para Norvos.

Aos cinquenta anos, Doran se tornou gravemente afligido pela gota, quase sem conseguir andar e confinado a uma cadeira de rodas. Ele passa grande parte do tempo nos Jardins de Água, a residência de verão dos Martell, observando crianças brincarem. Ele evita os plebeus e apenas encontra seus nobres e conselheiros em que mais confia para esconder sua fraqueza de seus inimigos.

A mãe de Doran morreu durante ou logo após a Rebelião de Robert, e Doran foi seu sucessor. Os Martell tinham laços com os Targaryen e os apoiaram na guerra.

Devido ao assassinato de Elia, Oberyn queria que Dorne se aliasse a Viserys Targaryen, o herdeiro sobrevivente após o Saque de Porto Real, mas Doran decidiu diferente. Em negociações com Jon Arryn, o assunto foi deixado de lado, apesar de muitas pessoas suspeitarem (corretamente) que a Casa Martell, incluindo Doran, ainda alimentava grande ódio pela Casa Lannister.

Doran e seu irmão Oberyn trabalharam em segredo por anos planejando um meio de pôr um fim ao reinado de Robert Baratheon e destruir a Casa Lannister. Oberyn viajou a Bravos onde Viserys e Daenerys Targaryen eram criados por Willem Darry, e assinaram um pacto, ao qual o Senhor do Mar de Bravos foi testemunha, prometendo a Viserys a mão em casamento de Arianne, em troca do apoio de Dorne em reivindicar o Trono de Ferro de volta à Casa Targaryen no futuro.

Eventos recentesEditar

A Fúria dos ReisEditar

Doran inicialmente recusou-se a jurar fidelidade a Joffrey e considerou apoiar Renly. Entretanto, Tyrion conseguiu assegurar a aliança enviando-o Myrcella, prometendo-a em casamento a seu filho Trystane, oferecendo justiça pelo assassinato de Elia, e dando-lhe um assento no pequeno conselho do Rei. Assim que Myrcella estivesse segura em Dorne, Doran enviaria seus exércitos para o norte, pelas montanhas, ameaçando os Senhores da Marca de Dorne.

A Tormenta de EspadasEditar

Não sendo capaz de realizar a viagem até Porto Real, enviou seu irmão Oberyn para reivindicar tanto o assento no pequeno conselho quanto justiça por Elia.

O Festim dos CorvosEditar

Com a morte de Oberyn em Porto Real, Doran recusou todas as sugestões de ir a guerra em busca de vingança. Ele retornou a Lançassolar para mostrar ao povo que ainda mantinha seu poder. Mandou prender as filhas bastardas de Oberyn, as Serpentes da Areia, para manter a paz na cidade. Após o fracasso na tentaiva de sua filha Arianne em coroar Myrcella, Doran revela que ele estava trabalhando secretamente por quinze anos para roubar de Lorde Tywin tudo o que lhe era caro, e que planejava aliar a Casa Martell a Daenerys Targaryen.

A Dança com DragõesEditar

Quando Sor Balon Swann chega em Lançassolar, um banquete é oferecido em sua honra. Sua filha Arianne, agora ciente dos planos de seu pai, senta a sua direita. As filhas bastadas de Oberyn, Obara, Tyene e Nymeria, também estão presentes, assim como Ellaria Sand, Areo Hotah e metade da nobreza de Dorne. Doran é presenteado com o suposto crânio de Gregor Clegane.

Sor Balon afirma que Cersei Lannister gostaria de trazer Myrcella de volta a Porto Real para uma visita a seu irmão, Rei Tommen I. Príncipe Doran, ou seu substituto, é convidado para preencher o assento vago de Dorne no pequeno conselho; Príncipe Trystane também é convidado a conhecer a cidade. Doran afirma que viagem pelo mar seria mais fácil e rápido, o que enerva Sor Balon, que afirma que uma viagem pelo mar seria muito perigosa. Doran diz que ele provavelmente está certo.

Numa sala privada, Doran revela a sua Arianne, assim como a Obara, Tyene, Nymeria e Areo Hotah, que durante a viagem até Porto Real, a comitiva sofreria uma emboscada de bandidos bradando "Meio-Homem", e que durante o ataque Trystane seria morto, e Sor Balon falsamente afirmaria que avistou Tyrion Lannister. Este plano teria sido orquestrado pela Rainha Cersei. A notíca choca os presentes, e Príncipe Doran afirma que foi informado deste plano por um "amigo" de Porto Real (possivelmente Varys), e que ele mesmo estaria duvidoso, até que Sor Balon confirmou suas suspeitas ao tentar persuadi-lo a evitar viagem pelo mar - o que atrapalharia os planos de Cersei.

Para impedir que este esquema se realizasse, Doran apresenta Sor Balon a Myrcella e ele descobre sobre os ferimentos causados por Gerold Dayne. Myrcella mente (sob orientação de Arianne) e diz que Sor Gerold também matou Arys Oakheart. Myrcella então, (ainda sob orientação de Arianne), implora a Sor Balon trazer Sor Gerold à justiça. Doran envia Obara para acompanhar Sor Balon até Alto Ermitério, e ele está no momento caçando a Estrela Negra. Doran, então, envia Nymeria para Porto Real para ocupar o assento vago no pequeno conselho, e Tyene ao Grande Septo de Baelor para conhecer o novo Alto Septão.

Durante todo este tempo, Doran aguarda notícias de seu filho Quentyn; ele ouviu que uma frota de navios está a caminho de Westeros e prepara os exércitos de Dorne para a hora de atacar.

CitaçõesEditar

Predefinição:Quote

FamíliaEditar

Predefinição:MartellGen



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Doran Martell. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória