FANDOM


Predefinição:Infobox Settlement

Meereen é a maior das três cidades de escravos da Baía dos Escravos. [1] É comandada pelos Grandes Mestres, os chefes das famílias escravagistas de Meereen, e seus cidadãos mais poderosos vivem em suas próprias pirâmides. [2]

Meereen fica na costa nordeste da Baía dos Escravos, na foz do Skahazadhan, que flui desde usas origens em Lhazar, através da cadeia de montanhas de arenito, que separam Meereen e o resto da Baía dos Escravos do Deserto Vermelho. [3] O Mar Dothraki fica ao norte, além do rio. Para chegar em Lhazar, partindo de Meereen, é preciso passar pelo Passo Khyzai. [2]

HistóriaEditar

As colinas ghiscaris são repletas de cobre, mas o metal não é tão valioso como fora, quando o bronze governava o mundo. Os cedros que certa vez cresciam ao longo da costa, já não estão mais lá, derrubados a machadadas pelo Velho Império, ou consumidos pelo fogo de dragão quando Ghis entrou em guerra contra Valíria. Depois que as árvores desapareceram, o solo cozinhou sob o sol escaldante e rachou em vários pedaços vermelhos. De acordo com Galazza Galare, foram estas calamidades que transformaram seu povo em comerciantes de escravos. Sem escravos, Meereen possui pouco a oferecer [4].

A CidadeEditar

Meereen é tão grande quanto Astapor e Yunkai juntas. Tal como elas, é construída de tijolos, que aqui são de muitas cores. [1] Ela possui largas ruas de tijolo, e suas arenas de luta são vermelhas. [5] A cidade é dominada pela Grande Pirâmide.

As muralhas de Meereen são altas, pontilhadas por baluartes e fixadas em grandes torres defensivas em todos os ângulos. A muralha norte da cidade corre ao longo do Skahazadhan, o rio que banha a cidade, e a muralha oeste, ao longo da costa da baía. [1] Acima de seus portões, existem cabeças de harpias, feitas de bronze, com bocas abertas, pelas quais os Meereeneses podem esguichar azeite fervente para deter seus invasores. Meereen retira sua água de poços profundos, ao invés do rio Skahazadhan, onde o esgoto da cidade é despejado. [1]

  • A Grande Pirâmide é enorme, com duzentos e cinquenta metros de altura, e uma altaneira harpia de bronze em seu topo. [1] Meereen possui uma vintena de pirâmides menores, mas nenhuma chega à metade da altura desta. [5] Foi aqui que Daenerys Targaryen residira após conquistar a cidade, em grandes aposentos localizados no cume. [2]
  • Templo das Graças é uma enorme estrutura com cúpulas douradas em seu topo. Ele abriga as sacerdotisas de Meereen, chamadas de Graças. As Graças são divididas em grupos, cada um com uma cor específica e especialidade. As Graças Azuis são especializadas na cura. Fica ao oeste da Grande Pirâmide. [2]
  • As Arenas de luta são grandes arenas circulares, construídas de muitos tijolos multicoloridos. A maior, mais extragavante, e principal arena de Meereen é a Arena de Daznak.

EscravosEditar

Meereen é conhecida pelo seu comércio de escravos. Eles são usados em todos os aspectos da vida local, como segurança, limpeza, prazer, e nas arenas. Garotas saudáveis e rapazes com menos de dez anos são especialmente procurados, como escravos a serem usados em bordéis. [6]

Os escravos de Meereen têm apenas seus testículos cortados, os tornando eunucos, ao contrário de Astapor, onde eles têm ambos testículos e pênis cortados. [7] Quando Daenerys Targaryen tomou Meereen, ela aboliu a escravidão dentro da cidade. Porém, a prática foi continuada nas colinas, onde os escravos ainda trabalhavam nas propriedades dos mais poderosos. [2]

Filhos da HarpiaEditar

Os Filhos da Harpia são um grupo secreto que usa técnicas e guerrilha para minar o governo de Daenerys Targaryen. Ninguém sabe quem seu misterioso líder, a Harpia, é. Alguns suspeitam que seja Hizdahr zo Loraq, enquanto outros acreditem que os Filhos não possuam líder. [2]

Eventos recentesEditar

Predefinição:Spoiler

A Guerra dos TronosEditar

Ser Jorah aconselhou Khal Drogo a levar seus escravos, e vendê-los, a Meereen, já que eles sofreram de uma praga recentemente. [6]

A Tormenta de EspadasEditar

Os Grandes Mestres queimaram todos os campos e colheitas em volta de Meereen ao saber que o exército de Daenerys Targaryen estava marchando em direção à cidade. A cidade, logo, foi cercada pelas forças de Daenerys. [1] Ela tomou a cidade, mandando homens entrarem através dos esgotos, abrirem o portão oriental, e libertarem os escravos. Após receber notícias de Astapor, que estava em decadência, Daenerys decidiu ficar e aprender a governar em Meereen, ao invés de ir para Westeros. [5]

A Dança dos DragõesEditar

Navios mercantes de Westeros e das Cidades Livres são agora poucos, já que o comércio de escravos e as arenas de luta foram fechadas sob o regime de Daenerys. [8]

Enquanto vários dos Grandes Mestres aceitaram o governo de Daenerys Targaryen, uma organização conhecida como os Filhos da Harpia, estão travando uma guerra sombria contra ela, [9] e matando pequenos grupos de Libertos, [2] Cabeças-raspadas, [2] e Imaculados [10] na calada da noite.

Os exércitos de Yunkai cercam a cidade. O conselho governante de Meereen recentemente assumiu o comando das questões Meereenesas, devido à ausência da Rainha Daenerys Targaryen. Comandado pela Mão da Rainha, Sor Barristan Selmy, eles se reuniram para discutir e decidir a melhor forma de lidar com o exército Yunkaíta. [10]

ReferênciasEditar

Predefinição:References


Predefinição:CasasMeereen


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Meereen. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória